Projeto Integrar para Alimentar promove seminários em Setembro


No dia 9 de Setembro de 2015 a Oikos e os restantes parceiros promovem dois seminários colaborativos, no âmbito do projeto “Integrar para Alimentar”, em parceria com a A2S – Associação de Desenvolvimento Sustentável. Os seminários irão decorrer no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, em Loures. A entrada é gratuita mas a inscrição é obrigatória e os lugares limitados.

O primeiro seminário, intitulado “Agricultura: Circuitos Curtos Agroalimentares” decorrerá da parte da manhã das 9h às 12h30m. Este seminário é orientado para produtores, organizações de produtores e partes interessadas no desenvolvimento do setor primário e comércio de proximidade. O seminário inclui um workshop colaborativo sobre novas tecnologias ao serviço da comercialização no âmbito dos circuitos curtos agroalimentares.

O segundo seminário, “Acesso à Alimentação nos Serviços Sociais: Educação, Saúde e Serviço Social“, decorrerá na parte da tarde das 14h-17h. Este seminário é dirigido a IPSS, instituições de ensino e de saúde – e respetivos grupos socioprofissionais. A componente de workshop colaborativo focalizar-se-á na discussão da articulação entre produção agrícola e respostas no campo social, educação e saúde.

Cada um dos seminários irá iniciar com uma sessão mais expositiva, seguida de workshop no qual se irá trabalhar com os participantes.

Para participação faça aqui a sua inscrição:
Agricultura: Circuitos Curtos Agroalimentares
Acesso à Alimentação nos Serviços Sociais: Educação, Saúde e Serviço Social

Para dúvidas ou mais informações por favor contacte ana.santana@oikos.pt

O projeto “Integrar para alimentar – conhecimento, saúde e sustentabilidade” tem como objetivo contribuir para a criação de uma estratégia integrada de alimentação em Portugal, através da integração de políticas públicas setoriais relevantes (agrícola, educativa, social, ambiental, económica e saúde) de modo a influir na qualidade, equidade, segurança e sustentabilidade do consumo de alimentos da população portuguesa. Além deste objetivo global, pretende-se ainda desenhar e facilitar um processo multi-stakeholder de forma a promover a criação de uma estratégia integrada de alimentação, como política pública. No âmbito deste projeto foi criado o presente site “Alimentar Sinergias” que está em constante atualização.

O projeto “Integrar para alimentar” é promovido por uma parceria que integra a Oikos, o Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa e a Direção Geral de Saúde, sendo financiado através do Programa Cidadania Ativa, da Fundação Calouste Gulbenkian, com fundos do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (EEA Grants).
O Programa Cidadania Ativa é um instrumento de apoio às Organizações Não Governamentais (ONG), em vigor entre 2013 e 2016 e financiado pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (apoio da Noruega, Islândia e Liechtenstein).

Leave a comment